Fisioterapia, Sexualidade, Urologia
Urologia, Fisioterapia, Sexualidade
Sexualidade, Urologia, Fisioterapia

TRATAMENTO DA ANDROPAUSA

O tratamento para a andropausa, geralmente, é feito com a reposição hormonal para normalizar os níveis de testosterona no sangue, que se encontram diminuídos na andropausa.

 

A reposição hormonal está indicada para os homens que, além dos sintomas típicos da andropausa, como diminuição do desejo sexual e dos pelos no corpo, por exemplo, apresentam através do exame de sangue os níveis de testosterona totais abaixo de 300 mg/dl ou 6,5 mg/dl³.

 

Assim, a reposição hormonal na andropausa pode ser feita com:

  • Comprimidos de testosterona: servem para aumentar os níveis de testosterona e, desta forma, diminuir os sintomas. Um exemplo de remédio para andropausa é o Undecanoato de Testosterona, que possui poucos efeitos colaterais;
  • Injeções de testosterona: são as mais econômicas e utilizadas no Brasil, usadas para aumentar os níveis de testosterona e reduzir os sintomas. Geralmente, aplica-se 1 dose da injeção por mês.

 

O tratamento deve ser orientado pelo endocrinologista e, antes de ser iniciado e logo após o seu início, o indivíduo deve realizar um exame de sangue para verificar os níveis de testosterona total.

 

Além disso, três e seis meses após o início do tratamento, o indivíduo deve realizar o exame de toque retal e a dosagem do PSA, que é um exame que serve para diagnosticar alterações na próstata, para verificar se houve alterações importantes na próstata provocadas pelo tratamento. Se isto for verificado, o paciente deve ser encaminhado para um urologista.

Fonte: https://www.tuasaude.com/tratamento-para-andropausa/