Fisioterapia, Sexualidade, Urologia
Urologia, Fisioterapia, Sexualidade
Sexualidade, Urologia, Fisioterapia

TRATAMENTO DA DISFUNÇÃO ERÉTIL

O que é?

Disfunção erétil ou impotência sexual é a incapacidade permanente de obter ou de manter uma ereção rígida o suficiente para uma relação sexual satisfatória.

 

Causas

Como para a obtenção de uma ereção vários órgãos e tecidos precisam funcionar em harmonia, existem muitas situações que afetam um ou mais desses participantes e podem cursar com disfunção erétil. Nem sempre os médicos conseguem definir exatamente qual o percentual de participação de cada estrutura envolvida. A impotência sexual está relacionada a diversas doenças e tratar a disfunção envolve obrigatoriamente a descoberta de sua causa.

 

São causas da disfunção erétil:

    • Distúrbios psicológicos
    • Doenças hormonais (diabetes, queda de testosterona, problemas endócrinos)
    • Doenças neurológicas (lesões na medula, mal de Alzheimer e Parkinson)
    • Doenças vasculares, que causam entupimento das artérias e veias, prejudicando a chegada do sangue ao pênis (hipertensão arterial, aterosclerose)
    • Consumo excessivo de medicamentos
    • Cirurgias pélvicas
    • Doença de Peyronie ou fibrose dos corpos cavernosos
    • Alcoolismo e tabagismo.

 

Tratamento de Disfunção erétil

O tratamento da disfunção erétil começa com a identificação e controle dos fatores de risco. Além disso, o médico hoje costuma prescrever os medicamentos orais chamados inibidores da fosfodiesterase tipo 5. Sildenafila, vardenafila e tadalafila são os mais conhecidos e utilizados.

 

Quando a medicação oral usada na dose e da maneira adequada não resolve, existem outras modalidades terapêuticas consideradas de “segunda linha” como bomba de vácuo, injeções de vasodilatadores e na chamada “terceira linha”, as próteses penianas, que são o último recurso.

 

Um ponto muito importante e nem sempre valorizado consiste em cuidar do relacionamento. Avaliar a parceira e como o casal está conduzindo seus problemas e questões. Em alguns casos, vale o apoio de psicólogos ou outros profissionais para melhorar a relação do casal.

Fonte: http://www.minhavida.com.br/saude/temas/disfuncao-eretil